14.4.11

Steampunk e erotismo

Uma nova oportunidade aguarda os escritores que planejam desbravar um subgênero a vapor ainda virginal no Brasil, apesar do avanço da cultura steamer em nosso país: o steamypunk, ou seja, a união do steampunk com o erotismo. A oportunidade perfeita para isso está na antologia organizada por Gerson Lodi-Ribeiro para a editora Draco (parceria que já resultou na coletêna Vaporpunk e que em breve trará a pioneira - em escala mundial - Dieselpunk). Ainda com o título provisório de Uma Alienígena Gostosa na Minha Cama (que remeteria a outra obra de contos, Como era gostosa minha alienígena, organizada pelo mesmo Lodi-Ribeiro, nos anos 90, para a editora Ano-Luz, da qual ele foi um dos sócios) teve as regras de submissão de textos divulgada recentemente.

Gostaríamos de convidá-los a submeter textos originais de ficção curta para uma antologia de contos eróticos de ficção científica, horror e fantasia que pretendemos fechar no segundo semestre de 2011 e lançar no primeiro semestre de 2012. O título provisório é Uma Alienígena Gostosa na Minha Cama.

    Estamos interessados em receber trabalhos inéditos de até 8.000 (oito mil) palavras sob forma de arquivos em formato RTF. Por inédito, entendemos trabalhos ainda não publicados em papel. Em caráter excepcional, a nosso critério, poderemos eventualmente aceitar trabalhos já publicados há vários anos, desde que não estejam mais disponíveis ao público-alvo a que nosso produto se destina.

Com o objetivo de tentar inspirar os nossos neovitorianos a participar da empreitada, deixo os leitores com um link para meu Post Proibido para Puritanos e com a imagem a seguir, de Ms. Nicotine, a musa do steamypunk. Boas inspirações!


    

6 comentários:

Antonio Luiz M. C. Costa disse...

Está desatualizado, Romeu Martins. A verdadeira musa do Steampunk global, escolhida pelo pai da matéria, o Bruce Sterling, é esta aqui:

http://www.wired.com/beyond_the_beyond/2011/04/theres-no-steampunk-like-brazilian-steampunk/

Romeu Martins disse...

Haha, eu sei, a Lidia é a musa inconteste do steampunk, agora com alcance global e reconhecimento do Bruce Sterling. Mas Miss Nicotine é a musa do lado mais... hot do steam, o steamYpunk:

http://modelnicotine.com/home.html

Lidia Zuin disse...

Sou mais lady que essa menina aí ok

Romeu Martins disse...

Ah, mas não duvido disso, Milady

SCSYP disse...

Parabéns Romeu Martins pela paciência e condescendência com os amigos acima...Se eles soubessem o que é o steamYpunk, e visitado as fotos da "Nicotine", nem teriam tecido comentários infelizes...

Romeu Martins disse...

Pois é, mas quando a gente quer divulgar gêneros novos, ainda inéditos no país, precisamos mesmo ter paciência ;-)