27.5.10

Antologia reúne textos raros de Verne

A seção mais produtiva desde blog, já chegando quase às 30 postagens, é a que leva o nome de "Torre de Vigia", na qual busco compilar o material que sai em forma impressa ou eletrônica a respeito da coletânea Steampunk - Histórias de um passado extraordinário. Ela surgiu no dia 12 de julho do ano passado, quando identifiquei alguns dos primeiros divulgadores a comentar o lançamento do livro e, entre esses, para minha surpresa, o pioneiro foi um blogueiro português, admirador do trabalho de um certo escritor muito importante para minha noveleta presente naquela obra:

O primeiro que percebi a comentar a coletânea foi justamente um observador de outra margem do oceano. Frederico J., grande entusiasta de Jules Verne e responsável por um blog que reúne impressionante quantidade de informações sobre o autor francês, fez um post ressaltando a presença do meu conto e de sua influência verniana.

Não foi a única vez que mencionei nosso colega europeu por aqui. Pouco mais de um mês depois, escrevi sobre uma outra iniciativa dele:

O autor clássico de Ficção Científica favorito deste blog é homenageado periodicamente com uma ótima revista que leva seu nome. O melhor é que Mundo Verne conta com uma edição em português cortesia de uma equipe que inclui o já citado por aqui Frederico J.

Eis que Frederico Jácome - só vim a descobrir seu nome completo há pouco - volta a me surpreender, agora com mais uma publicação dedicada ao pai da ficção científica. Ele, em parceria com o carioca Carlos Patrício, reuniu em uma antologia disponível gratuitamente uma série de textos raros do escritor francês, entre crônicas científicas, estudos literários, declarações, discursos e até mesmo contos que ainda estavam inéditos em português. O volume, com impressionantes 372 páginas virtuais, pode ser lido na rede Scribd e seus organizadores anunciam que este é apenas o primeiro; outro tomo já está sendo editado. "Finalmente conseguimos concretizar um dos meus desejos", enfatizou Jácome no fórum onde revelou a boa nova. Sorte dos apreciadores de Jules Verne que ele conta com um divulgador tão incansável quanto seu ídolo foi em vida.

Update: Jácome me informou nos comentários que o material foi modificado e republicado neste endereço.

11 comentários:

Frederico J. disse...

É uma honra para mim, e mais uma vez, receber tão simpáticas palavras de Romeu Martins.
Agradeço-lhe também esta publicidade à nossa Antologia e consequentemente a Júlio Verne. Bem-haja! Um grande abraço

Romeu Martins disse...

E eu lhe agradeço por seu trabalho na divulgação do mestre, Fred. Bem-haja!

Forte abraço!

bibs disse...

que maravilha!!!!!
adentrei ao mundo de Verne não faz muito tempo e estou adorando, e ainda mais sabendo dessa antologia com textos até então desconhecidos *-* acho tudo isso tão mágico
obrigada ao Frederico e ao Carlos! muito obrigada mesmo =D

Romeu Martins disse...

Excelente, né, bibs? Imagina o trabalhão que eles tiveram e ainda estão preparando mais ;-)

Não sei se aí na Paraíba estão saindo uns livros com lindas encadernações em capa dura dos principais livros de Verne. Em SP já está rolando desde a última vez em que estive na cidade, final do ano passado.

Aqui em SC? Nada... :-(

bibs disse...

sabe que eu não sei se tem por aqui. fiz a farra ano passado na estante virtual e comprei um monte de livros de Verne.
o mais antigo é um chamado Casa a Vapor, tô doidinha pra ler e ainda não li porque o livro tá com um ranço de couro velho horrendo, ai tô tratando de limpar o bichinho, se não minha alergia me mata!

vou tratar de favoritar o link da antologia pra ser feliz =DDD

Romeu Martins disse...

Hehehe, favorite, favorite.

Pois é, até dá para se encontrar livros do Verne em sebos, mas é preciso tomar cuidado com as traduções e com os "resumos" que costumam fazer da obra dele...

E esses livros novos são baratos, bem encadernados e com as ilustrações originias. O problema é a distribuição ;-/

bibs disse...

eu sei desses probleminhas de tradução... mas é que sou apaixonada por livros velhos euheueheuheue
não me importo de ter um monte de volumes da mesma obra, capaz de comprar esse novo que saiu tb euheuehueheue *-*

Romeu Martins disse...

Em alguns casos é problemão: pra escrever o "Cidade Phantástica" consultei duas edições nacionais de Da Terra à Lua, uma com mais cortes que a outra...

Como eu não leio francês, só fui encontrar uma versão mais integral para baixar em espanhol. Os editores têm o hábito bastante desagradável de simplesmente resumir a obra de Verne, cortando exatamente as explicações científicas, que davam todo o contexto da época, o estado da arte da ciência verniana, por assim dizer ;-)

Frederico J. disse...

Gostaria apenas de dizer que a Antologia sofreu uma alteração e teve de ser novamente colocada online.
Aqui o novo link:
http://www.scribd.com/doc/39061783/Antologia-Verniana

Abraço

Romeu Martins disse...

Opa, já colocarei o adendo na chamada.

Leonardo Peixoto disse...

É muito bom saber que existem entusiastas de autores clássicos .