25.7.10

Feliz Dia do Escritor

Uma bela coincidência da qual não havia me tocado. Hoje, dia 25 de julho, é o Dia do Escritor e, também, o aniversário de um ano do lançamento da coletânea Steampunk - Histórias de um passado extraordinário. Foi durante o Fantasticon, realizado em julho em 2009 e que acontecerá em agosto este ano, que o primeiro livro a reunir contos e noveletas do gênero no Brasil foi lançado, conforme anunciei por aqui:


A coletânea Steampunk - Histórias de um passado extraordinário será lançada neste final de semana, durante o Fantasticon - III Simpósio de Literatura Fantástica, que acontece nos dias 25 e 26 de julho, na Biblioteca Viriato Corrêa, Vila Mariana, na capital de São Paulo.

No domingo, para celebrar o feito, vai haver ainda um evento na programação daquele encontro especialmente voltado ao gênero steampunk. Segue abaixo:

11 às 12 horas
Bate-papo: “STEAMPUNK E OS NOVOS RUMOS DA FICÇÃO CIENTÍFICA”
Criativos, retrofuturistas no estilo e no comportamento. Esses são alguns dos conceitos do Steampunk, um gênero de ficção que explora um “mundo alternativo” movido a vapor (”steam”). Assim, temos uma fusão de “era vitoriana” com “futuro pós-apocaliptico” ou “punk” no sentido de transgredir o hoje e o passado. Algo com muitas engrenagens, com grandes zepelins voando pelos céus e seus respectivos piratas, um misto de roupas vitorianas com tecnologias que parecem do nosso tempo. Mais do que nunca, surgem novos e talentosos autores na atual Ficção Científica que expandem as barreiras do gênero. E os editores fazem a sua parte: buscam rótulos para categorizá-los. No meio de tantos rótulos e inovações, o que exatamente eles representam?

Para discutir o tema, três convidados: Gian Celli, organizador da coletânea; Fábio Fernandes, um dos autores; e Bruno Accioly, cofundador do Conselho Steampunk.

Não poderei ir, mas por ótimas razões e estarei ocupado ao longo da próxima semana. De qualquer forma, para marcar a data publiquei em meu outro blog o início da minha noveleta que participa desta obra pioneira no Brasil.

Quando eu voltar das minhas férias da frente do computador, volto a acompanhar a repercussão do lançamento e qualquer outra notícia que eu venha a saber sobre material steampunk nacional ou que venha a ser veiculado no Brasil.

Até a volta, boa festa a quem vai participar, ótima leitura a todos que nos derem o prazer de acompanhar nossos textos.
Para comemorar a data, amanhã publicarei uma entrevista com a dupla de editores à frente da Tarja: Gian Celli e Richard Diegues. Por hora, neste domingão, deixo meus parabéns a todos os escritores e desejo um bom dia à aniversariante.

4 comentários:

Juliana Pires de Sousa disse...

Parabéns a todos os escritores pelo seu dia!

Romeu Martins disse...

Opa, parabéns a todos, Juliana! ;-)

bibs disse...

feliz dia do escritor!!!
=)

Romeu Martins disse...

Pra você também ;-)