28.7.11

Ficção Alternativa brasileira chega à Portugal


Aos poucos, os escritores brasileiros vão conseguindo espaço no exterior. Se primeiro iamos com contos em publicações não profissionais, avançamos para as publicações profissionais e chegamos aos nossos romances atravessando fronteiras. Depois do capixaba Estevão Ribeiro - que já apareceu por aqui com seus passarinhos a vapor - é a vez do carioca Raphael Draccon, que na verdade parte para o seu segundo livro em terras estrangeiras.

O primeiro foi o terror Espíritos de gelo, lançado pela Gailivro em 2011. Semana passada, o escritor revelou em seu site uma notícia que não foi totalmente uma surpresa: o lançamento de sua trilogia de Ficção Alternativa Dragões de Éter em paragens lusitanas.

Não é uma completa surpresa, pois os dois últimos volumes da trilogia foram lançados pelo braço brasileiro do conglomerado editorial multinacional português LeYa (que também relançou o primeiro, originalmente editado pela Planeta). A LeYa tem vários selos e braços editoriais em Portugal: um é a própria Gailivro, um outro a D. Quixote, responsável pela Livros D'hoje, que irá lançar a trilogia. Ou seja, o autor tem tudo para começar uma sólida carreira nas terras dos meus antepassados.

Para quem não conhece, Dragões de Éter é uma repaginada de vários contos de fadas, com personagens clássicos como João, Maria, Chapeuzinho Vermelho, Branca de Neve, Robin Hood, misturados com referências a cultura pop como games - Final Fantasy é central - e televisão. Um verdadeiro pastiche, no sentido original da palavra, voltado para jovens leitores, com muita ação e romance espalhados pelos três volumes.


2 comentários:

Purna Yoga disse...

só tenho a dizer que Raphael Draccon é genial e que vocês portugueses,irão amar Dragões de Éter. Por aqui, no Brasil, aguardamos ansiosos pelo quarto livro. A série é simplesmente maravilhosa.

Leonardo Peixoto disse...

Desde criança , eu gostava de imaginar personagens de diferentes origens interagindo entre si em uma aventura , por isso gosto tanto de ficção alternativa ! Que mais gente criativa e talentosa como Raphael Draccon possa nos agraciar com mais novas histórias de velhos personagens conhecidos !