25.7.11

Ave, Imperatriz

Damas e cavalheiros da Malta do Vapor, é com muita satisfação que faço a apresentação de uma nova fase deste blog. Como a maioria dos frequentadores deste espaço deve saber, esta página nasceu apenas com o propósito de servir como ferramenta de apoio para me ajudar a escrever uma noveleta homônima, lá em 2009. Com o tempo, evoluiu para me ajudar na divulgação e na clipagem da coletânea em que tal noveleta foi publicada. Pouco mais tarde, a página foi se tornando primeiro um lugar para divulgação da ficção steampunk produzida no Brasil, logo em seguida da cultura steamer nacional como um todo, em diversas formas de manifestação: quadrinhos, moda, joias, jogos, poesia, cinema. Do steampunk para o retrofuturismo em geral, como o sandalpunk, o nazipunk e gêneros retrôs afins, como espada & magia e weird western, foi um pulo. Ou seja, a coisa foi crescendo, crescendo, crescendo tanto que foi ficando muito maior do que eu poderia dar conta sozinho. Felizmente, não estou mais sozinho!

Ontem, em pleno domingo, depois de uma semana bastante intensa que resultou em poucas postagens por aqui, tive uma longa conversa com uma amiga que compartilha comigo vários interesses em comum no objetivo da consolidação da ficção fantástica em nosso país em todas as suas vertentes, FC, fantasia e horror. Uma pessoa que, segundo me informa aquele mecanismo de busca interna do Google, disponível no canto superior à direita do blog, já foi citada nada menos que em 32 posts por aqui (este, por consequência, é o trigésimo terceiro). Uma escritora que esteve comigo em minha primeira publicação impressa, o primeiro volume da coleção Paradigmas, da Tarja Editorial, e está ao meu lado na mais recente a ter saído das gráficas,  Cursed City, da Estronho. Uma pesquisadora e historiadora especializada no pretérito, com ênfase no período medieval, no qual é pós-graduada. Uma agitadora cultural que já promoveu concursos, prêmios, organizou coletâneas, oficinas literárias, mediou comunidades e publicou ensaios e manifestos e agora é publisher do selo editorial Lyr. E que também é agora uma parceira do Cidade Phantástica: Ana Cristina Rodrigues.

Ana vem somar e muito nos esforços deste canto da internet para divulgação de toda aquela gama de assuntos que já formava o escopo deste blog e que agora deve ser ampliado para o alto e além. Somando sua experiência ao considerável arquivo e massa crítica já disponível por aqui, tenho certeza de que os nossos leitores vão ganhar novas e abrangentes abordagens nos temas que já diziam respeito ao habitual por aqui e ainda uma infinidade de outros dos quais eu não tratava, por falta de tempo ou por não serem minha especialidade mesmo. Isso acontece em um momento de extrema importância pois a quantidade de lançamentos nacionais e traduzidos que devem chegar a nosso mercado cresce num ritmo vertiginoso, muito além do que apenas uma pessoa poderia acompanhar. Ainda mais que, no momento, estou diretamente envolvido em pelo menos três desses futuros lançamentos, acarretando uma diminuição e tanto do meu tempo disponível para blogar e para pesquisar novidades. Sendo assim, não poderia eu estar mais bem acompanhado e não poderiam estar os leitores mais bem servidos. Deixo aqui a palavra para nossa Imperatriz de Finisterra.

(Limpa a garganta, ou melhor estala os dedos, o equivalente internético)

Então, pessoas. Primeiro eu quero agradecer ao Romeu, não só pela oportunidade, mas antes disso, por ser um dos poucos oásis de conteúdo de qualidade no mar de blogs literários que tomou a internet brasileira. Participar de algo como o Cidade Phantástica, que vem evoluindo e crescendo sempre, é uma honra e um prazer. Espero que esse movimento de somar forças em uma hora que surgem cada vez mais e mais blogs por aí, inspire outros a fazer o mesmo e termos mais qualidade pululando por aí.

Minha chegada às terras do João Fumaça não veio alterar o perfil do blog. Aqui, continuaremos a falar de vapor e cidades fantásticas, porém de um ângulo mais amplo. Além dos retrofuturismos, iremos trazer mais Fantasia/Ficção Histórica, Alta Fantasia, Fantasia/Ficção Urbana, Ficção Alternativa e muitos etcs. Novidades daqui e lá de fora, lançamentos, resenhas e sorteios. Ou seja, o que já tinha aqui no blog, ms agora também com tempero finisterriano.

E lá vamos nós!

8 comentários:

Ju Poggi a.k.a. JotaPluftz disse...

Ebaa! \o/
Feliz dia do Escritor a ambos e sucesso para o Cidade Phantastica!

A chega da Ana foi uma ótima surpresa e com certeza vem muita coisa boa por ai, afinal Ana você é a #Diva da Lit. Fantástica!;D

Bjs e Parabéns.

bibs disse...

que boa notícia!
eu ando meio sumida nos comentários, mas continuo acompanhando o Cidade, e estou muito feliz com a chegada da Ana!

=D

Ana Cristina Rodrigues disse...

Obrigada, meninas! Foi um grande presente do dia do escritor para mim! Vou trazer muitas novidades!

e Ju, eu, diva? Sei não, hein!:D

Cirilo S. Lemos disse...

Juro que ouvi nitidamente a voz da Ana no "então, pessoas". :D

Giseli disse...

Wow, que legal! :D Vida longa à Imperatriz e ao Comendador!

Ana Cristina Rodrigues disse...

Cirilo, é o mal de podcast. Todo mundo conhece meus tiques...:)

Uma boa dupla, né, Gi?:D

Tânia Souza disse...

Opa, que legal, parabéns e que o blog fique cada vez melhor ^^

Romeu Martins disse...

Já registrei no post, mas enfatizo nos comentários: bem-vinda, Ana! O edifício também é seu ;-)