23.7.11

E a Vaporpunk vai para...

E então, caríssima Malta do Vapor? Ontem, dia 22 de julho, foi a data marcada para o sorteio anunciado neste blog em comemoração ao Dia do Vapor. Ao todo, se inscreveram para concorrer a uma edição da coletânea Vaporpunk da Editora Draco 55 pessoas que comentaram no post linkado anteriormente e com isso viraram papeizinhos depositados em meu chapéu weird western de Forquilhinhas. Ou seja, o mesmo método empregado anteriormente no sorteio do Superfakes do João Fumaça. Uma mudança significativa no sorteio deste ano foi a escolha do local: a melhor loja de artigos colecionáveis de Santa Catarina, ponto de encontro dos nerds de Floripa, a Universo Colecionáveis dos meus chapas Marcos Madrys e Kayuá Wazak, que ficou responsável pelos flagrantes captados pela máquina. Nossa sorteadora da vez foi a estudante de Química Juana Gulart. Feitas as apresentações, vamos com o making of do sorteio.



Alguns dos bonquinhos aprisionados na loja, à espera de boas - ou más - almas que os levem para casa.


O lugar conta com a proteção do Mjolnir, como podem notar pelo detalhe superior à esquerda. E aquele, quase saindo da foto sou eu, sem barba, devido a uma troca de tweets com Lidia Zuin, mas essa é uma outra história.


Como vocês podem notar, cacei alguns itens legitimamente steamers na loja para compor o ambiente: uma edição encadernada do segundo volume da Liga Extraordinária e um miniatura do Nautilus. Para vocês verem que o lugar tem a ver com o espírito vaporpunk.


Aqui temos o momento em que 55 papeizinhos foram parar em meu chapéu weird western diante do olhar atento de nossa futura química e auditora de plantão.


Detalhes dos comentaristas/concorrentes esperando a vez de sentirem as garras estilosas de Juana.

Lá foi o gancho...



...tentando decifrar meus hieroglifos...


...e eis o nome do ganhador, parcialmente coberto pelas unhas de nossa sorteadora: Pedro Dobbin.



Aqui, no close para não deixar dúvida (apesar daquele meu primeiro B parecer um G). Entrarei em contato com Pedro Dobbin pelo email que ele deixou no comentário para acertar a entrega do livro. A coletânea Vaporpunk será enviada para ele - ou, se for paulista e preferir, poderá pegar na Fantasticon - assim que o editor Erick Sama voltar de sua viagem ao Japão. Foi isso, pessoal, encerramos aqui o making of agradecendo à Editora Draco, aos parceiros da Loja Universo, à Juana Goulart e a todos os outros 54 comentaristas que participaram. Obrigadão a todos e até a próxima!

13 comentários:

Anônimo disse...

Q maravilha de sorteio, q sortudo esse rapazzzz!!! Romeu, a @lojauniverso estará sempre de braços abertos pra te receber...sempre q quiser aprontar dessas...vc sabe o qto a gente gosta de bagunça...e de coxinhas, obviamente! :) MARCO MADRYS

Giseli disse...

O ROMEU TÁ SEM BARBA!!!! CORRAM PARA AS MONTANHAS!

Romeu Martins disse...

hehe, valeu, Marco, sempre um prazer aparecer lá na Loja, papear, beber, comer coxinhas e afins!

É o finde mundo, Gi! Nem as montanhas se salvarão!

Pedro Dobbin disse...

Maravilha!! Fui eu!!!

Pena não ter estado lá para ver ao vivo.

Aguardo meu exemplar ansioso!!!

Grande Abraço,
Pedro Dobbin

Romeu Martins disse...

Já enviei o seu endereço para o Erick Sama, Pedro, assim que ele voltar ao Brasil, vai enviar seu livro! Abração e parabéns de novo!

Cirilo S. Lemos disse...

O que é mais fantástico, aqueles bonecos (ops, action figures!)ou o Romeu sem barba?

Romeu Martins disse...

Os bonequinhos!

bibs disse...

a dúvida é se o pessoal veio ver o resultado ou suas fotos sem barba hahahaha

parabéns pro Pedro =)

Romeu Martins disse...

Hehehe, oportunidade única as fotos ;-) já está me coçando a falta de, no mínimo, um bigode e um cavanhaque

Alex de Souza disse...

Blog sério é assim: making of do sorteio e tudo!

E essa pança, hein? :D

Romeu Martins disse...

Com direito à auditora e tudo! Hehe, excesso de tainha no inverno causa protuberâncias gástro-intestinais

Sama disse...

OMFG, Romeu Martins sem barba! Eu merecia ver issoooooooo.

Romeu Martins disse...

hehe isso não chega a ser tão incomum, só no inverno é que eu não costumo trocar os pelos.