6.1.11

Steampunk para as garotas

E hoje foi o dia das capas! No final desta produtiva quinta-feira, M.D. Amado da editora Estronho liberou a imagem definitiva da coletânea Steampink e uma excelente novidade. A capa é a que vai abaixo:



E esta é a imagem provisória da quarta capa, sendo que aquele papel em branco vai ser mais tarde substituído pela foto de uma cosplay em trajes steamers, escolhida em um concurso cujas regras ainda virão a público.



No mais, quanto à polêmica envolvendo o nome do livro, que foi tachado de machista e depreciativo em alguns comentários, vou lembrar apenas de um exemplo no qual o mesmo termo foi utilizado internacionalmente, durante a Steampink Week do ano passado. No mais, devo dizer que estou muito orgulhoso de ser o prefaciador de mais este projeto e de ter feito a sugestão que o batizou. Às caldeiras, meninas!

14 comentários:

bibs disse...

Comentando sobre a coletânea na reunião da Loja PB, o pessoal caiu na risada e falaram que o negócio que a priori deveria unir tá criando muitas subdivisões.
Ai pensando sobre isso e sobre essa polêmica, percebi que as pessoas tem uma primeira impressão muito errada das coisas. Em primeiro lugar são poucos que tão acompanhando as publicações (do gênero) nacionais mais seriamente, se contentando (quando muito) em conferir as resenhas e capas saídas. Se fizessem isso, teriam percebido que a esmagadora maioria de livros é território masculino, e isso pode ter vários motivos. Quando vem uma obra incentivando um lado adormecido da força, primeira coisa que fazem é criticar sem nem refletir sobre o que isso pode significar mais a frente. Isso me faz pensar se lá no fundo essas pessoas num pensam que as meninas devem ficar nos chicklit da vida ... ou ir pro outro extremo sendo feministas ortodoxas... não sei...

foi mal pelo comentário-desabafo xDD é que isso tá me angustiando esses dias

ps: eu ia amar se fosse steampurple ueheueheuheueheu

no mais, a estronho tá de parabéns pela iniciativa! vou tentar participar \o/

Romeu Martins disse...

É isso mesmo, bibs. Criticar assim, a priori, é ridiculamente fácil. Acompanhar todo o processo editorial da literatura de gênero é bem mais complexo.

Sou contra manter grupos em guetos, mas acho que uma iniciativa como essa do M.D. Amado é muito necessária. Pelo que percebo, a maior parte do público que acompanha o steampunk é feminino. Se ainda não apareceram narrativas produzidas por essa fatia do público, é sinal de que temos um nicho a ser aberto para incentivar essa produção.

Que seja a coletânea Steampink a fazer isso ;-)

Tayla Olandim disse...

Que legal, adorei a ideia! O nome "Steampink" não me encomoda nem um pouco, até gostei do trocadilho. Ah, e a capa ficou muito bonita.

Os contos/noveletas da coletânea já foram decididos ou ainda vai acontecer a seleção?

Romeu Martins disse...

Olá, Tayla! Que bom que tenha gostado da brincadeira linguística e da homenagem sincera no título ;-)

Está tudo em aberto ainda, nenhum conto foi escrito para o livro ainda e todas as interessadas vão poder participar. Fique de olho no site da editora (e neste blog) para ficar por dentro das regras, data, limites do texto...

http://www.estronho.com.br/editora/index.php/component/content/frontpage

Octavio Aragão disse...

Provavelmente a melhor capa do ano de 2011. Linda mesmo.

Romeu Martins disse...

Também adorei, Octavio, e olha que a concorrência tá ótima, mesmo

Bruno Accioly disse...

O nome me agrada muito. A capa é inequivocamente bela.

Apesar de ter receio quanto a duas antologias selecionando contos "concorrentemente" em uma mesma editora ao mesmo tempo, em minha opinião quanto maior a quantidade de publicações dentro do gênero no país melhor para o gênero e para o país.

M.D. Amado e Taty Ruiz estão de parabéns pela iniciativa!

Lidia Zuin disse...

Certeza que vou mandar foto minha :B mwahahaha!

Romeu Martins disse...

A dupla Amado e Tatyana Ruiz vão mesmo trabalhar dobrado para avaliar tanto material, mas acho que o momento é mesmo propício, né, Bruno?

Espero que mande foto e conto, dona Lídia ;-)

bibs disse...

a Lidia deveria ser café com leite nessa uahauahuaahuahauu

Romeu Martins disse...

Ah, é bom ver que o concurso da capa vai ter altíssimo nível ;-)

M. D. Amado disse...

Obrigado pelo incentivo pessoal. Podem ter certeza de que o objetivo da Editora Estronho, assim como do site Estronho e Esquésito é, e sempre foi, a de revelar novos talentos e dar oportunidade a todos, homens e mulheres.

Mas pela experiência que estou tendo com a antologias "Insanas, elas matam!", tá mais do que provado que nossas autoras podem muito mais que chikchiks da vida, ou litlits... E se pintarem novas ideias para outras antologias femininas, elas serão apresentadas.

Um grande abraço horripilante a todos!

Anônimo disse...

É isso, aí, M.D., antologias para todos os gostos e todos os gêneros ;-)

(romeu, anônimo e sem computador)

Arthur disse...

Já gostei da ideia das fotos da Lidia =)

E achei o nome da coletânea simpático. =)