24.11.09

Vampiros entre o vapor

Já mencionei este livro aqui em duas oportunidades. A primeira, no dia 11 de junho, ao comentar uma matéria publicada no Conselho Steampunk de São Paulo a respeito do quadrinista Alan Moore e de sua criação A Liga Extraordinária:

Pena que o artigo original não tocou em um tema delicado: as semelhanças entre os quadrinhos de Moore com os livros do seu conterrâneo Kim Newman, a série Anno Dracula, que alguns anos antes do lançamento de A Liga já trabalhava com ideias muito parecidas. A editora paulista Aleph anunciou que em breve vai lançar a edição nacional do primeiro livro da série, publicado originalmente em 1992, dando a oportunidade para que brasileiros façam esta comparação. Mesmo assim, a leitura do depoimento de Alan Moore é mais que recomendável.
A segunda foi um citação de Gerson Lodi-Ribeiro, em 9 de agosto, quando resenhei a noveleta "Não Mais" de Carlos Orsi Martinho.

Qualquer fã que tenha tido o privilégio de ler o magnífico Anno Dracula (1992) não deixará de notar um certo paralelismo temático entre a noveleta de Martinho e o romance alternativo do inglês Kim Newman. Passado na Inglaterra Vitoriana do final do século XIX, o romance mostra o que teria acontecido se Drácula houvesse vencido o confronto contra o grupo liderado por Van Helsing e Jonathan Harker. O Império Britânico, de longe a potência mais poderosa da Terra, é dominado por uma estirpe de imortais, no caso a nobreza inglesa vampirizada por um Drácula que desposou a Rainha Vitória e tornou-se Lord Protector do Império.
 Agora, os fãs brasileiros podem fazer suas devidas comparações, pois a Aleph já marcou data para o lançamento de Anno Dracula versão nacional: vai ser durante a sempre citada por aqui Fantástica Jornada Noite Adentro, na madrugada de 27 de novembro. Para dar o gosto do sangue, a editora deixou disponível em pdf o primeiro capítulo da obra.

4 comentários:

Fernando disse...

Confesso que há tempos personagens vampiros não me chamam atenção, mas esse primeiro capítulo se mostrou deveras interessante.

Romeu Martins disse...

Também não sou exatamente fã dos dentuços, mas já encomendei meu exemplar de Anno Dracula e torço para que os demais livros da série cheguem por aqui.

Cirilo S. Lemos disse...

Sou fã dos chupa-sangue, mas não das formas de trabalhá-los que vejo por aí. Portanto, Anno Dracula já chega diferente.

Romeu Martins disse...

E olha só, na feira da USP o dito cujo tá saindo por 25 mangos.