18.6.12

Terrorismo na Solarpunk

O post vai ter que ser rápido por motivos técnicos: estou sem conexão em casa desde o último final de semana. Então, nem pude comemorar como gostaria a notícia de que fui um dos selecionados para a coletânea Solarpunk, que fecha um ciclo com as anteriores Vaporpunk e Dieselpunk, da mesma editora, todas contando com organização de Gerson Lodi-Ribeiro. Os motivos para minha satisfação são muitos, afinal esta trilogia é um sucesso na história recente da literatura especulativa nacional, contando sempre com textos de primeira qualidade de autores nacionais e portugueses. Desde que fiquei sabendo da primeira das coletâneas, a steamer de 2010, tive vontade de participar. Cheguei a ter uma ideia para a de dieselpunk, do ano seguinte, mas não tive tempo para escrevê-la e enviar. Estarei presente agora, na greenpunk que fecha a tríade.

E o conto que enviei para concorrer à vaga é um dos primeiros que escrevi, na realidade, faz parte das histórias dos Terroristas da Conspiração, ainda que sua trama deve ser suficientemente autônoma para poder ser lida por quem não conhece os demais contos daquele meu grupo. Agora, para quem conhece as tais histórias dos subordinados do Sr. Neves deve imaginar que meu texto, agora recauchutado e reescrito para o livro, não segue um dos preceitos estabelecidos pela organização da antologia: o de trazer textos com um viés de otimismo. Mesmo em tempos de Rio+20, não sou exatamente um otimista em relação a temas ligados a meio ambiente, economia e etc. Mas "E atenção: notícia urgente" é minha narrativa que mais se aproxima da ideia clássica da ficção científica como uma literatura especulando possibilidades reais dentro dos conhecimentos científicos, uma extrapolação dentro do real. Espero que gostem e que esteja à altura dos demais selecionados, que reposto abaixo a partir da informação do blog da Editora:


"Soylent Green is People!" (Carlos Orsi Martinho);
 "Confronto dos Reinos" (Telmo Marçal - Portugal);
"E Atenção: Notícia Urgente!" (Romeu Martins);
"Era uma Vez um Mundo" (Antonio Luiz M.C. Costa);
"Fuga" (Gabriel Cantareira); "Gary Johnson" (Daniel Dutra);
 "Xibalba Sonha com o Oeste" (André Soares Silva);
"Sol no Coração" (Roberta Spindler);
e "Azul Cobalto e o Enigma" (Gerson Lodi-Ribeiro).

2 comentários:

Marcelo Augusto Galvão disse...

Parabéns por este conto e pelo texto para a antologia de supers também :))

Romeu Martins disse...

Brigadão, Galvão! É um prazer retornar à Draco e espero que estas coletâneas sejam tão boas quanto à antologia sherlockiana ;-)