22.11.10

Torre de Vigia 37

Nova resenha da coletânea Steampunk - Histórias de um passado extraordinário. Desta vez, a avaliação foi feita por Fernando Salvaterra em seu blog Contorno. Como de hábito, vou republicar aqui o início do texto e a parte em que o resenhista se refere ao meu conto, deixando com os leitores o link para o material completo:


Steampunk, Histórias de um Passado Extraordinário brilha nas estantes como a primeira incursão brasileira publicada no gênero. Por economia de tempo e espaço, meu e do eventual leitor, essa entrada fica sem uma introdução satisfatória ao gênero. Creio que todos já toparam com essa estética que por aí abunda, em filmes e peças de arte. Qualquer curioso já foi verificar a fonte de inspiração desse movimento. Basta dizer (perdão se é a milésima vez que lê isso) que se trata de um ramo da ficção científica que lida com um passado hipotético onde a tecnologia do século XIX, alimentada por máquinas a vapor, é mais fantástica do que foi. É comum o uso de personagens clássicos da literatura daquele tempo, que já estão em domínio público. (...)

“Cidade Phantástica”, de Romeu Martins utiliza personagens de diversos autores, como Julio Verne, Sir Arthur Conan Doyle e Bernardo Guimarães. O enredo, envolvendo um prédio gigantesco, um canhão igualmente grande e uma cidade submersa na fuligem é bastante interessante. O início cheio de ação é ótimo. Só não gostei muito dos diálogos expositivos, meio artificiais, que decorrem depois.

2 comentários:

Salvaterra disse...

Obrigado pela indicação do post, Romeu. Houve aumento de 423% nas visitações daquele blogue esquecido por deus :). O que confirma a importância e a relevância desse livro.

Abraços.

Romeu Martins disse...

Foi muito boa a resenha, bastante sincera ;-) Espero que venham outras.

Abraço!